COMO FAÇO PARA MEU SITE APARECER NO GOOGLE?

Para essa pergunta não há uma resposta única e nem simples, pois são vários fatores que fazem um site aparecer no Google.
Há muitas empresas prometendo milagres quando o assunto é ranquear um site no Google, mas na prática não há santo que consiga tal feito sem um trabalho bem feito e organizado. 

Um site precisa ser bem construído sob 3 aspectos: programação, design e conteúdo. Depois, é fundamental trabalhar a sua popularidade, ou seja, divulgá-lo para fazer crescer o número de visitas.

“Acompanhar e trabalhar todos os fatores de SEO em seu site ou blog é uma tarefa praticamente impossível. São dezenas de fatores. Só o Google considera mais de 100 na formulação de seus algoritmos e frequentemente inclui ou exclui novos.” (Carlos Barros – iMasters) 


Antes de começar, se questione: Como meus clientes buscam pelo meu serviço ou produto? Como eu procuraria por eles?É importante responder a essas perguntas com muita empatia, se colocando realmente no lugar do cliente. Parece uma observação estranha, mas é muito fácil encontrar empresários atribuindo a seus produtos/serviços definições e características nem um pouco perceptíveis para o cliente.

Quer um exemplo? Você usaria Geladeira ou Refrigerador? Se tem dúvidas, o Google tem ferramentas que ajudam a identificar o volume de pesquisa de palavras-chave, sua relevância e até concorrência. Depois de definir quais palavras-chave ou termos relevantes, use-os em todas as páginas do seu site. 


Vamos aos 3 aspectos fundamentais para posicionar seu site no Google:

 
1) Construir um bom site parte 1: Programação 


• Algumas artimanhas de programação podem barrar a indexação do site. Uma vez que o Google não conhece o conteúdo de todas as páginas, consequentemente não constará nos resultados de pesquisa. É preciso identificar se há programação robots.txt e se está correta. • No início do código HTML há duas tags muito importantes que precisam ser preenchidas: “title” e “description”. Através delas, o buscador identificará o conteúdo de cada página e os apresentará nos resultados de pesquisa.  • Usar URLs amigáveis, aquelas que facilitam a identificação do conteúdo da página e não tem caracteres estranhos.

Certo: https://www.optecomunicacao.com.br/blog/marketing-digital-e-a-criacao-de-personas

Errado: http://www.optecomunicacao.com.br/2016/arquivo.asp?188=id=1&ref=765 

• Ter site maps (mapa do site) em HTML e XML, que é a página onde o Google vai encontrar o endereço de todas as páginas do seu site.

• Nomear imagens adequadamente é muito importante. O conteúdo da imagem não é lido, mas seu nome sim, então se tem no nome a descrição do conteúdo, facilita muito. É errado dar nomes como imagem1.jpg, bannerhome.jpg, fotoempresa.jpg 


2) Construir um bom site parte 2: Design 


É comum encontrarmos na internet 2 extremos, sites construídos para mecanismos de busca e sites criados para expor propaganda, onde o conteúdo é secundário. Nem um, nem outro, um bom site tem que ser construído para o usuário. 

• O design tem que ser limpo. Aqui a máxima “menos é mais” vale como ouro! Tenha conteúdo suficiente para o cliente entender o que você deseja “vender”, ícones para acesso rápido a outras informações e imagens que remetam ao conteúdo. 

• Não pode haver links, imagens e nem páginas com erro de carregamento. Páginas que deixaram de existir precisam receber redirecionamento 301.

• A navegação precisa ser muito clara e intuitiva, evitando que o visitante tenha que passar por diversas páginas até chegar onde deseja.

• Facilitar o contato expondo páginas nas redes sociais, telefone, chat, whatsapp etc. 


3) Construir um bom site parte 3: Conteúdo 


Conteúdos de qualidade são pedras raras! Quanto mais qualidade, mais pontos contará para o ranking do Google.


4) Popularidade: Construiu seu site seguindo as regras de SEO? 


Basta para ser indexado, mas não basta para ser bem ranqueado. A popularidade de um site conta muito no seu posicionamento nas páginas do Google. Afinal, que mídia não quer mostrar o que é popular, não é mesmo? É tão importante que o Google tem um algoritmo só para medir popularidade de um site dando notas de 0 a 10, o chamado page rank. Na prática, o que determina o page rank é a quantidade de links externos que apontam para o seu site. Então você precisa que outros sites falem sobre o seu site. E como hoje as mídias sociais são campeãs de visitação e onde os usuários comentam sobre tudo o que é popular, o que vem valendo muito são os Sinais Sociais (Social Signals), ou seja, quanto maior a presença nas mídias sociais (Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter, Google Plus, Pinterest) maior pontuação seu site terá. 


Fazer SEO é trabalhoso sim e de muito valor! Vamos praticar? Até mais! 

Comentários