fbpx

Gestão de Crise e Pandemia – Qual lição fica?

Como poucas vezes na história, uma reviravolta a nível mundial afetou todas as empresas sem qualquer distinção em 2020. Essa situação pegou muita gente de calças curtas, porque além de não esperarem uma situação deste tamanho, muitas não possuem um plano de gestão de crise com estratégias definidas que as ampare nesse tipo de cenário.

Segundo uma sondagem feita em 26 de março de 2020 pela XP Empresas, realizada para acompanhar as consequências do coronavírus na economia, mostra que 59% das companhias já tinham sentido impacto grande ou muito grande da Covid-19 nos negócios.

Já estamos em 2021 e, apesar da adaptação frente a tudo isso, existem negócios que ainda têm muito o que aprender para se fortalecer e fazer uma boa gestão de crise na pandemia, que deve se estender por mais algum tempo até que todos sejam vacinados.

Como funciona a Gestão de Crise?

Diferente da Gestão de Risco que avalia situações antes delas acontecerem, a Gestão de Crise parte desses riscos previamente estabelecidos para prever a potência com que cada um pode abalar a empresa. Ainda, essa previsão estabelece quais ações devem ser tomadas em tempos de incertezas.

O fato é que ter uma equipe pronta para buscar soluções rápidas e eficazes faz toda a diferença, e com certeza é o divisor de águas entre aquelas empresas que fecham as portas e aquelas que se reinventam.

De acordo com o manual de gestão de crise desenvolvido pela ABRAPP você deve seguir esses 8 passos:

  1. Definição do problema
  2. Levantamento de informações relevantes
  3. Centralização da comunicação
  4. Comunicação tempestiva e frequente
  5. Definir estratégias de mídia
  6. Pensar como os jornalistas
  7. Falar diretamente com os afetados
  8. Manter a rotina de trabalho

A gestão de crise é de extrema importância em qualquer momento, mas mais ainda em tempos de Covid-19, que nos deixam em cordas bambas com mudanças significativas acontecendo quase que diariamente.

É preciso lembrar que, apesar de estarmos falando de gestão de crise na pandemia, que é um fator externo, muitas vezes existem ameaças internas que devem ser observadas com a mesma atenção, pois ao longo do tempo podem minar as energias em busca de um resultado ou propósito.

Apesar da pandemia

A maior lição que fica deste cenário de crise sanitária à crise econômica é que, apesar de estarmos falando pontualmente da gestão de crise na pandemia, é necessário ter uma equipe preparada para fazer esse papel imprescindível para os negócios, sejam eles de quais tamanhos forem. 

Os momentos de crise tiram tudo e todos do eixo, e com a gestão de crise, tudo já estará organizado e preparado para segurar as pontas até a poeira abaixar.